pouca independência do Judiciário na Argentina - Mundo - iG" /

EUA alertam para pouca independência do Judiciário na Argentina

Washington, 25 fev (EFE).- A corrupção oficial e a pouca independência do Poder Judiciário são dois dos pontos fracos da Argentina, afirmou o Governo dos Estados Unidos em seu relatório anual sobre direitos humanos no mundo.

EFE |

Esses dois problemas se transformaram em um mal "sistêmico" para o país, segundo o estudo.

Por outro lado, apesar de a lei punir a violência doméstica e proteger as crianças, no ano passado o ministério provincial de Buenos Aires registrou 52.351 queixas de abuso doméstico e, segundo denunciam várias ONGs, cinco mil menores são recrutados anualmente para pornografia infantil e turismo sexual.

Os Estados Unidos denunciaram ainda "o uso excessivo da força policial e dos corpos de segurança", assim como os relatos de abusos e torturas que alguns policiais continuam usando contra os detidos e os reclusos nas penitenciárias.

Prisões "superlotadas, com instalações que não cumprem os níveis mínimos, nas quais os presos são ameaçados", e nas quais, em 11 meses, segundo o comitê contra a tortura da província de Buenos Aires, 86 prisioneiros morreram e houve 5.169 casos de violência.

Entre os avanços, o relatório destaca que o Governo deteve várias pessoas que violaram os direitos humanos durante a ditadura militar (1976-1983), e continuou com os julgamentos suspensos entre 1989 e 1990 pela Administração. EFE elv/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG