EUA alertam americanos sobre viagens ao Zimbábue

Washington, 12 dez (EFE).- Os Estados Unidos emitiram hoje um alerta para os americanos que desejam viajar ao Zimbábue, diante da instabilidade política e econômica vivida no país há vários meses e a conseqüente falta de segurança.

EFE |

Em seu alerta, o Departamento de Estado pede aos americanos que reconsiderem possíveis planos de viagem ao Zimbábue, porque, entre outros aspectos, a instabilidade política e econômica no país geraram manifestações de pequena escala e batidas por parte do Exército.

A crise deteriorou os serviços governamentais e as infra-estruturas, e inclusive provocou o colapso do sistema público de saúde, alega o Governo americano.

"Pedimos aos cidadãos que visitem o Zimbábue que observem de perto a situação, mantenham atualizados seus documentos de viagem e tenham planos de contingência para sua própria saúde e segurança", diz o alerta.

A nota recomenda aos americanos que viajam para o Zimbábue que evitem as multidões, porque as autoridades locais poderiam dissolver as manifestações de sindicatos e outros grupos defensores dos direitos civis com o uso da força.

No alerta, o Governo também se refere ao sistema público de saúde no Zimbábue, que "não fornece sequer os serviços básicos devido à falta de pessoal, eletricidade, água potável e provisão de remédios".

"Os americanos que adoecerem durante sua estadia no Zimbábue podem encontrar dificuldades para receber tratamento", assinala o documento. EFE cae/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG