EUA agradecem ministro colombiano por resgate de reféns das Farc

Bogotá, 28 jul (EFE) - Os Estados Unidos admiram e agradecem ao ministro de Defesa colombiano, Juan Manuel Santos, pela recente operação de resgate de 15 reféns das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), três deles americanos, reiterou hoje o representante de Washington em Bogotá, William Brownfield.

EFE |

"O Governo que represento tem muito apreço pelo ministro da Defesa da República da Colômbia", reafirmou o diplomata, ao se referir às insistentes críticas a Santos por parte do presidente da Venezuela, Hugo Chávez.

O governante venezuelano disse no domingo, no programa "Alô, presidente", que o ministro de Defesa colombiano está "totalmente subordinado a Washington e isso é muito perigoso para a paz deste continente, muito perigoso".

O embaixador dos EUA na Colômbia esclareceu à imprensa que ele não é a pessoa competente para se referir às afirmações de Chávez sobre Santos, mas observou que os Governos dos países devem ser os responsáveis por decidir quem serão seus ministros e autoridades.

No entanto, disse que "temos uma admiração e um sentido de agradecimento enorme pelas decisões e esforços (de Santos), que resultaram na operação tão absolutamente bem-sucedida de 2 de julho deste ano que produziu a libertação, o resgate, de 15 seqüestrados pelas Farc, incluindo três concidadãos meus".

"Por isso, vou repetir nesta oportunidade nosso agradecimento nacional pelos esforços das Forças Armadas, que produziram essa operação, e pelo ministro da Defesa, responsável por essa decisão", apontou Brownfield, que assumiu na Colômbia após representar os EUA na Venezuela. EFE jgh/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG