EUA advertem que cidadãos evitem viagem a Haiti

Washington, 13 jan (EFE).- O Departamento de Estado americano advertiu hoje aos cidadãos americanos sobre a situação no Haiti após o terremoto e pediu que evitem as viagens para esse país.

EFE |

"A embaixada dos EUA trabalha para avaliar a extensão dos danos e para verificar a situação dos cidadãos americanos em toda a ilha", afirmou a mensagem.

"Há relatórios de extensos danos e as comunicações continuam extremamente difíceis", acrescentou.

O Governo dos EUA aconselhou aos cidadãos americanos que se encontram no Haiti que permaneçam em lugares onde estejam amparados, e que, se acontecerem novos tremores, "busquem espaços abertos, longe de paredes, janelas, edifícios e outras estruturas".

Também lhes aconselhou que evitem os edifícios e "obedeçam todas as instruções das autoridades locais".

O Exército brasileiro confirmou hoje que pelo menos quatro militares do país que fazem parte da força de paz da ONU no Haiti (Minustah) morreram em consequência do terremoto de 7 graus na escala Richter que atingiu na terça-feira esse país caribenho, enquanto pelo menos cinco militares ficaram feridos. EFE jab/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG