EUA admitem incursão aérea na Venezuela

Washington - Fontes do Pentágono confirmaram hoje que um avião da Marinha violou o espaço aéreo da Venezuela, como denunciou o governo desse país, mas atribuíram o fato a um incidente causado por problemas técnicos.

Ansa |

As fontes relataram que o avião era um S-3 Viking, com base em Curaçao, que sobrevoou o território venezuelano no sábado à noite, na zona do arquipélago de Los Roques.

O fato ocorreu porque houve "problemas no sistema de navegação" da aeronave, que realizava um "exercício de treinamento" de um programa de luta contra o narcotráfico, continuaram as fontes.

A tripulação se comunicou com os controladores de vôo de Maiquetía, aeroporto próximo a Caracas, soube sobre a violação aérea e corrigiu a rota, acrescentou a versão do Pentágono.

    Leia tudo sobre: venezuela

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG