EUA acusam Irã de bloquear transmissões da Voz da América

Washington, 29 dez (EFE).- O Irã bloqueou intencionalmente as transmissões da Voz da América como parte de seus esforços por interferir e censurar o livre fluxo de informação para o povo iraniano, disse hoje o Conselho de Governadores de Radiodifusão (BBG, em inglês) dos Estados Unidos.

EFE |

Órgão responsável da transmissão da Voz da América e de outros programas patrocinados pelo Governo americano, o BBG acusou o Governo de Teerã e seus aliados de "interferir e censurar o livre fluxo de informação e notícias objetivas ao povo iraniano".

O BBG disse que, após vigiar os sinais de satélite, seus especialistas técnicos determinaram que no último dia 27 "o Governo do Irã bloqueou intencionalmente as transmissões de satélite" de um programa da Voz da América dirigido aos iranianos, assim como um programa da rádio "Farda", que depende da Rádio Europa Livre.

Segundo o BBG, o suposto bloqueio de transmissões por parte do Governo iraniano aumentou após as eleições gerais de 12 de junho.

A entidade advertiu que, diante de novas manifestações contra o Governo, o Irã aumentou as medidas para privar o povo iraniano de informação sobre a reação internacional e os protestos fora de Teerã.

O presidente da BBG, Jeffrey Hirschberg, pediu para que os fornecedores comerciais de sinal de satélite se unam contra "estes atos autoritários".

Hirschberg acrescentou que essa interferência nas transmissões da Voz da América viola os regulamentos do Sindicato Internacional de Telecomunicações, do qual o Irã faz parte, e o direito do povo iraniano, reconhecido pela comunidade internacional, de receber informação sem censura oficial.

Na segunda-feira, o presidente americano, Barack Obama, expressou apoio aos manifestantes no Irã e negou que os Estados Unidos ou qualquer outro país esteja envolvido na organização desses protestos, como diz o Governo iraniano. EFE mp/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG