EUA acreditam em acordo Israel-palestinos neste ano, diz Rice

A secretária de Estado dos Estados Unidos, Condoleezza Rice, afirmou neste domingo que o governo americano ainda acredita na possibilidade de um acordo de paz entre Israel e palestinos até o final deste ano. Apesar disso, ela descreveu a atividade israelense nos assentamentos judaicos na Cisjordânia como problemática.

BBC Brasil |

As afirmações foram feitas após um encontro em Ramallah, na Cisjordânia, com o presidente palestino, Mahmoud Abbas.

A ministra das Relações Exteriores de Israel, Tzipi Livni, que também se reuniu em separado com Rice, disse que Israel cumprirá com suas obrigações no processo de paz e afirmou que nenhum novo assentamento está sendo construído.

Viagem de Bush
O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, está tentando mediar um acordo de paz na região até o fim de seu mandato, em janeiro.

A visita de Condoleezza Rice neste fim de semana antecede uma viagem do próprio Bush à região neste mês.

Mas o atual processo de paz, reavivado pela conferência organizada em novembro por Bush em Annapolis, nos Estados Unidos, está parado.

Muitos vêem na negativa de Israel e dos Estados Unidos em dialogar com o grupo radical islâmico Hamas um dos principais entraves a um acordo na região.

O Hamas, considerado um grupo terrorista por Israel e Estados Unidos, domina a Faixa de Gaza, enquanto o grupo Fatah, do presidente Abbas, controla a Cisjordânia.

Nesta segunda-feira, Rice deve se reunir ainda com o primeiro-ministro de Israel, Ehud Olmert, antes de retornar a Washington. Após a saída da secretária de Estado, Olmert e Abbas deverão se reunir para um encontro bilateral.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG