EUA acham que ainda podem chegar a acordo com Quirguistão

Cracóvia (Polônia), 20 fev (EFE).- O secretário da Defesa americano, Robert Gates, considerou hoje que ainda há uma oportunidade de chegar a um acordo com o Quirguistão para manter o uso da base aérea de Manas, de grande importância para o fornecimento ao Afeganistão.

EFE |

"Continuo achando que este não é um assunto fechado e que pode haver uma oportunidade de reabrir o tema com o Governo do Quirguistão e alcançar um acordo regional", disse Gates, em entrevista coletiva ao fim do conselho de ministros da Defesa da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) na cidade polonesa da Cracóvia.

Acrescentou que, em qualquer caso, se não for possível chegar a um "acordo razoável" em termos econômicos, os EUA "desenvolverão alternativas para garantir a provisão no Afeganistão".

O Parlamento do Quirguistão aprovou ontem por maioria arrasadora a denúncia do acordo com os Estados Unidos para o uso da base aérea de Manas, a última que resta aos americanos na Ásia Central. EFE met/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG