EUA acha improvável um acordo de paz Israel-palestinos em 2008

A Casa Branca afirmou nesta quinta-feira que é improvável que haja um acordo de paz entre israelenses e palestinos antes do fim de 2008.

AFP |

"Não, não achamos que seja provável", afirmou a porta-voz Dana Perino indagada a respeito. "Com as mudanças políticas que ocorreram em Israel nos últimos meses (...) as possibilidades de alcançar isso diminuíram", acrescentou.

Anteriormente, a secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, admitiu, ao chegar a Israel, que um acordo israelense-palestino é impossível de ser alcançado antes do fim de 2008.

"Esperamos que o processo de Annapolis (a conferência sobre o Oriente Médio) tenha estabelecido as bases que tornem possível a criação de um Estado palestinos, quando as circunstâncias permitirem", declarou Rice em sua chegada a Tel Aviv, primeira etapa de sua nova viagem pela região.

"Acho que, aconteça o que acontecer até o fim do ano, teremos uma base sólida para progredir para uma conclusão", acrescentou.

Rice assegurou que continuará trabalhando na solução do conflito até seu último dia como chanceler do governo de George W. Bush.

Rice tem previsto se encontrar com o primeiro-ministro Ehud Olmert e sua colega israelense, Tzipi Livni, antes de dirigir-se a Ramallah, Cisjordânia, onde se reunirá com o presidente palestino Mahmud Abbas. Depois Rice visitará a Jordânia e o Egito.

sl-pa/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG