A organização separatista armada basca ETA planejou em 2004 realizar um atentado contra o rei Juan Carlos com um míssil, confirmou nesta segunda-feira o ministro do Interior, Alfredo Pérez Rubalcaba, enfatizando que se tratou de um estudo teórico, sem planejamento concreto.

O jornal regional basco El Correo afirmou no domingo que, em abril de 2004, investigadores franceses descobriram CD-Roms que provavam que a ETA havia planejado derrubar o avião ou helicóptero do rei com um míssil.

Na mesma casa na França onde foram descobertos os documentos, em outubro de 2004 a polícia francesa descobriu dois mísseis terra-ar de fabricação russa em dois depósitos de armas, durante uma operação que permitiu a prisão do então número um político do ETA, Mikel Albizu Iriarte, e sua companheira sentimental, Soledad Iparragirre Genetxea, segundo o jornal.

gr/pal/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.