A organização separatista armada basca ETA planejava utilizar um míssil para derrubar um helicóptero, ou um avião, com o rei espanhol Juan Carlos a bordo, informou, neste domingo, o jornal basco El Correo, em sua versão on-line.

O ataque estava detalhado em vários CDs apreendidos na casa descoberta em abril de 2004, no País Basco francês. Esse material está sendo analisado pelos serviços antiterroristas franceses, de acordo com "El Correo Digital".

Vários ministros do governo espanhol também estavam entre "os alvos potenciais" de um ataque com míssil terra-ar, acrescentou o jornal, que disse se basear em fontes dos serviços antiterroristas franceses.

Além dos CDs descobertos na cidade francesa de Saint-Michel, na fronteira com a Espanha, em 2004, a polícia também encontrou restos de um míssil que seria, provavelmente, usado em um teste de lançamento, completou o jornal.

Os CDs incluíam um mapa com as rotas utilizadas pelos aviões no País Basco e na região francesa vizinha de Gironde, no sul da França.

ds/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.