ETA ordena atentados contra oleodutos e aeroportos

Madri, 6 fev (EFE).- Vários supostos membros do grupo terrorista ETA, detidos nos últimos dias na Espanha, receberam ordens do ex-chefe militar da ETA Aitzol Iriondo para realizar atentados contra oleodutos e aeroportos, informaram fontes jurídicas.

EFE |

A Polícia regional do País Basco iniciou no final de janeiro uma ampla operação antiterrorista que levou à detenção de nove supostos membros da ETA e a localização de vários esconderijos com explosivos.

A operação também forneceu detalhes sobre a atuação dos comandos do grupo terrorista.

Entre os detidos nos últimos dias, estão Asier Badiola e Igor Martín Miño.

As fontes indicaram que ambos receberam um curso de formação promovido por Aitzol Iriondo, que os delegou objetivos, entre os quais executar atentados contra oleodutos e aeroportos e "assustar" empresários.

No curso de formação, realizado na França, também participou Aitzol Etxaburu, detido em agosto de 2009 e considerado um dos responsáveis da estrutura logística da ETA.

Aitzol Iriondo foi detido em dezembro de 2008 na França três semanas depois da captura do que fora número um da ETA Garikoitz Aspiazu, o "Txeroki", a quem tinha sucedido como chefe da força militar do grupo.

A organização terrorista ETA busca com armas a independência do País Basco da Espanha. Em seus mais de 40 anos de atividade, o grupo matou mais de 800 pessoas. EFE rbf/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG