ETA detona bomba um dia após posse de novo líder do País Basco

Santander (Espanha), 6 mai (EFE).- A organização terrorista ETA explodiu hoje uma bomba em uma difusora situada em Cantábria, norte da Espanha, divisa com o País Basco.

EFE |

O ataque, que ocorreu um dia depois da posse do socialista Patxi López como presidente regional basco (lehendakari), causou danos na base da retransmissora e em um muro de um edifício adjacente.

De acordo com o delegado do Governo na Cantábria, Agustín Ibáñez, a carga da bomba continha entre três e cinco quilos de explosivos.

A explosão aconteceu no começo da manhã em uma zona afastada de núcleos urbanos, mas as Forças e Corpos de Segurança do Estado só foram informados à 13h, quando um homem viu um letreiro com o anagrama do grupo no qual se lia "Perigo. Bomba da ETA", e ouviu soar o alarme do artefato.

Outro aviso de bomba recebido depois provou ser falso.

Como medida de precaução, a área tinha sido isolada, e, após uma inspeção dos artefatos pela Guarda Civil e a Polícia, os agentes descartaram a existência de um segundo explosivo.

Patxi López condenou a explosão e assegurou que o Governo Basco trabalhará "sem descanso" para conseguir a paz e a liberdade. EFE cm/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG