ETA assume autoria de quatro atentados nos últimos dois meses

MADRI (Reuters) - O grupo separatista basco ETA divulgou na sexta-feira uma nota em que assume quatro atentados a bombas nos últimos dois meses na Espanha --dois em órgãos públicos e dois em retransmissoras de TV. As explosões não deixaram feridos. As autoridades já haviam atribuído os ataques ao ETA, grupo que matou mais de 800 pessoas em quatro décadas de luta armada pela independência da sua região, dividida entre o norte da Espanha e o sudoeste da França.

Reuters |

O último atentado fatal reivindicado pelos rebeldes foi o assassinato de um ex-vereador em 7 de março, dois dias antes da eleição geral que deu um novo mandato aos socialistas.

Na nota enviada na sexta-feira ao jornal nacionalista basco Gara, o ETA cita a recente prisão do prefeito da cidade basca de Arrasate, acusado de ligação com o grupo armado, e acusa o governo de 'exibir sua essência neofascista sem qualquer tentativa de disfarce'.

(Reportagem de Jason Webb)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG