Estudo sugere que café reduz problemas cardíacos em mulheres

Uma pesquisa realizada por cientistas espanhóis sugere que mulheres que tomam até três xícaras de café por dia tem 25% menos chances de morrer de doenças cardíacas. A equipe de cientistas, da Universidade Autônoma de Madri, na Espanha, verificou também que consumir até seis xícaras da bebida por dia não traz malefícios à saúde de homens e mulheres.

BBC Brasil |

Os pesquisadores acompanharam o estado de saúde e estilos de vida de 84 mil mulheres e 41 mil homens durante 18 anos.

Os benefícios do café foram verificados claramente entre as mulheres, mas os cientistas salientaram que a bebida não trouxe malefícios aos homens.

Eles disseram não ter encontrado relações entre mortes masculinas e o consumo do café.

Os cientistas não souberam explicar a ligação entre a bebida e a redução no risco de mortes femininas ligadas a doenças cardíacas, mas disseram não acreditar que haja uma relação com a cafeína.

Segundo os pesquisadores, muitas mulheres que só tomavam café descafeinado também tiveram o risco de morte diminuido.

A autora da pesquisa, Esther Lopez-Garcia, disse que o "consumo do café não esteve ligado ao aumento da mortalidade de homens e mulheres, mas seus benefícios contra doenças cardíacas ainda precisam ser investigados".

Os editores da publicação científica Annals of Internal Medicine, onde o estudo foi divulgado, disseram que os resultados devem ser tratados com cautela porque algum outro fator comum entre os consumidores do café pode ser a chave para explicar a redução no risco de mortalidade.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG