Estudo relaciona doenças coronárias com perda de raciocínio

(Embargada até às 20h de Brasília de hoje) Paris, 23 jul (EFE).- As doenças coronárias estão relacionadas com a perda de raciocínio, vocabulário e fluência verbal, segundo um estudo publicado hoje no site do European Heart Journal.

EFE |

O relatório foi elaborado durante 17 anos com 5.837 ingleses.

Neste período, 11% sofreram doenças coronárias, explicou à Agência Efe a doutora Archana Singh-Manoux, principal autora do trabalho científico.

A capacidade cognitiva foi medida em pacientes que tinham cerca de 61 anos, uma idade na qual ainda não há outros fatores de risco que possam confundir os resultados.

O estudo demonstrou também que quanto mais se demora no diagnóstico, menor é o funcionamento cognitivo da pessoa, sobretudo nos homens.

"Não entendemos muito bem como funcionam as doenças coronárias nas mulheres, talvez porque há menos casos", apontou Singh.

Segundo a pesquisadora do University College de Londres e do Instituto Nacional de Saúde e Pesquisa Médica da França, os resultados do estudo apontam que caso fossem combatidos os fatores de risco das doenças coronárias, seria possível também enfrentar o desenvolvimento da demência em idades mais avançadas.

Estes fatores de risco são o tabagismo, a diabetes, pressão alta e colesterol. As melhores formas de prevenção seriam uma dieta balanceada, a prática de exercícios, além de manter uma vida longe do cigarro.EFE ik/bm/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG