Estudo mostra que proibir cigarro em espaços públicos reduz riscos de infarto

A proibição de fumar em locais públicos reduz os riscos de infarto em 17%, ao reduzirem o tabagismo passivo, segundo um estudo norte-americano e europeu que será divulgado em breve.

AFP |

O risco de infartos de miocárdio é reduzido em 17%, particularmente entre os jovens e os não fumantes, quando está em vigor uma proibição de fumar em espaços públicos, revelou uma grande pesquisa realizada em dez regiões dos Estados Unidos e da Europa (Itália e Escócia), que será divulgada no dia 29 de setembro na revista Journal of the American College of Cardiology.

Segundo o estudo, o tabagismo passivo é responsável por um aumento de 30% dos riscos de sofrer um infarto de miocárdio.

vmt/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG