Estudo mostra que 1 em cada 6 crianças libanesas sofreu abuso sexual

Beirute, 11 out (EFE).- Um estudo de uma ONG publicado hoje no jornal lOrient-Le Jour mostra que 16,1% das crianças libanesas - uma em cada seis - sofreu algum tipo de abuso sexual.

EFE |

Realizado em conjunto pela ONG Kafa Violence and Exploitation, pelo Conselho Superior para a Infância do Líbano e pela seção sueca da organização Save the Children, o estudo indicou que o toque é um dos abusos mais comuns contra os menores.

A idade média das vítimas é de 10,3 anos, enquanto 8,7% delas sofreram tentativas de abusos sexuais e 4,9% foram submetidas a fotos ou filmes com conteúdo sexual.

A maioria dos abusos (55,8%) é cometido no domicílio da criança por um homem que a conhece e no qual tem confiança.

O estudo foi realizado com uma amostra de 1.025 crianças entre 8 e 17 anos, antes e depois do conflito no sul do Líbano de 2006.

O abuso contra menores é um tabu na sociedade libanesa, que, em geral, trata o assunto em segredo quando se trata de uma menina. EFE ks/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG