Estudo: diga-me quão nervoso és e te direi em quem votas

Pessoas tranqüilas votam em partidos de esquerda, pessoas inquietas votam em partidos de direita: segundo um estudo publicado pela revista americana Science, a sensibilidade política de cada um está diretamente ligada a algumas de nossas reações fisiológicas.

AFP |

Pesquisadores de várias universidades americanas realizaram um teste com 46 pessoas politicamente engajadas, que consistia em submetê-las a um ruído súbito e a imagens perturbadoras, como uma aranha caminhando sobre um rosto humano horrorizado ou um corpo sangrando.

Em seguida, mediram algumas reações físicas dos voluntários, como o piscar dos olhos e a transpiração, para então relacionar seu comportamento às posições políticas que defendem. Todos haviam respondido a um questionário antes da realização dos testes.

O resultado: pessoas com posições mais conservadoras (a favor da pena de morte, do patriotismo, da guerra no Iraque, dos altos gastos militares) apresentaram reações físicas muitos mais fortes em relação aos voluntários que se manifestaram mais rpóximos aos valores tradicionais da esquerda americana (pacifismo, controle de armas, direito ao aborto e ao casamento homossexual).

No entanto, os cientistaos não sabem dizer se a atitude política gera a reação física ou o contrário.

O estudo, publicado na prestigiada revista Science, foi realizado por pesquisadores das universidades Rice, no Texas (su), Nebraska-Lincoln (centro), Illinois (norte) e do Virginia Institute for Psychiatric and Behavioral Genetics (leste).

kdz/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG