Estudo afirma que consequências da obesidade são subestimadas

A relação entre obesidade e mortalidade por doenças cardiovasculares pode estar subestimada, segundo um estudo realizado entre a população da Suécia e publicado nesta quarta-feira pelo British Medical Journal.

AFP |

Muitos estudos já demonstraram que um índice de massa corporal (IMC) elevado está associado a índices maiores de morte por causa de doenças cardiovasculares, diabetes ou alguns tipos de câncer. Já um IMC baixo estaria associado ao aumento da taxa de mortalidade por causas como enfermidades respiratórias ou câncer de pulmão.

No entanto, os cientistas afirmam que estas associações podem ser alteradas por outros fatores, como o fumo ou aspectos socioeconômicos. Também destacam o fato de que uma doença grave, como por exemplo o câncer de pulmão, provoca perda de peso e mortalidade mais elevada.

Uma equipe da Universidade de Bristol (Grã-Bretanha) e do Instituto Karolinska da Suécia tentou controlar as possíveis alterações comparando o IMC de pessoas com idades entre 17 e 25 anos e a mortalidade entre os pais dos pesquisados.

A análise teve como base mais de um milhão de duplas filhos-pais suecos, com a medição da altura e peso dos filhos entre 1969 e 2002.

De acordo com os resultados de estudos anteriores, os cientistas demonstraram sólidas associações entre um IMC elevado dos filhos e a mortalidade dos pais em consequência de doenças cardiovasculares, diabetes ou câncer.

Mas não encontraram provas de que um IMC baixo nos filhos corresponda a um perigo agudo para os pais da morte por enfermidades respiratórias ou câncer de pulmão.

"Estes resultados sugerem que as aparentes consequências negativas de um IMC baixo na mortalidade por doenças respiratórias e câncer de pulmão poderiam estar excessivamente consideradas, enquanto os efeitos nefastos de um IMC alto poderiam estar muito subestimados", concluíram os cientistas.

Se considera que um adulto está acima do peso recomendável quando seu IMC (relação entre peso e altura elevada ao quadrado) está acima de 25. A obesidade acontece quando fica acima de 30 e abaixo do peso quando o índice é inferior a 20.

vm/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG