Teerã, 30 dez (EFE).- Um grupo de 50 estudantes iranianos invadiu hoje os Jardins de Gholhak, propriedade da embaixada britânica em Teerã, e fincaram uma bandeira palestina no local.

Segundo a agência iraniana "Fars", os estudantes pretendiam passar a noite em frente ao escritório que representa os interesses do Egito em Teerã, onde protestariam contra a ação do Cairo na atual crise entre palestinos e israelenses.

Porém, no meio do caminho, decidiram invadir a propriedade britânica no norte da capital iraniana e reclamar da atuação do Reino Unido para conter a escala de violência no Oriente Médio.

Para invadir os Jardins de Gholhak, localizados num bairro de mesmo nome, os estudantes, aparentemente basiyies (fiéis aos aiatolás), tiveram que enfrentar tiros da Polícia.

Segundo informações, o grupo só abandonou o local depois de expulso em uma ação que deixou vários feridos.

Ainda assim, os estudantes seguiram para o escritório que representa os interesses do Egito em Teerão. Porém, policiais da tropa de choque impediu que eles se reagrupassem.

Na região dos Jardins de Gholhak ficam as casas dos diplomatas britânicos em Teerã e também as instalações do British Council. EFE msh/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.