Estudantes e professores protestam em Roma contra lei de educação

Roma, 30 out (EFE).- Estudantes e professores fizeram uma passeata hoje em Roma contra a ministra da Educação Mariastella Gelmini e a lei de autoria do Governo aprovada ontem pelo Senado italiano que, entre outros tópicos, reduz em mais de 8 bilhões de euros o orçamento das escolas públicas.

EFE |

Segundo os organizadores, o ato reuniu 1 milhão de pessoas.

Alguns cartazes usados na manifestação representavam Gelmini com um machado, em referência a este corte de orçamento.

Outros afirmavam que a mobilização pretendia defender o futuro dos estudantes, enquanto alguns perguntavam "Onde foi parar o dinheiro da escola?" e "A escola? Presente. Gelmini incompetente".

Políticos de oposição ao primeiro-ministro Silvio Berlusconi também participaram do ato, entre eles o líder do Partido Democrata (PD), Walter Veltroni, o ex-presidente da Câmara dos Deputados Fausto Bertinotti e o principal nome do partido Itália dos Valores, Antonio Di Pietro.

Além do corte orçamentário, a lei de educação prevê a volta ao colégio do mestre único e a nota de conduta. EFE ebp/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG