Estudantes da Universidade do Texas são assassinados no México

Com a morte, já são dez americanos assassinados em Ciudad Juarez em 2010

EFE |

Dois estudantes da Universidade do Texas em El Paso, um mexicano e outro americano, foram assassinados em Ciudad Juárez, no estado mexicano de Chihuahua, informaram autoridades de ambos os países.

Documentos da Promotoria de Chihuahua indicaram que Eder Diaz Sotero, de 23 anos e cidadão americano, e Manuel Acosta Villalobos, de Chihuahua, de 25 anos, foram alvejados na noite de terça-feira quando estavam a bordo de um automóvel.

O ataque ocorreu em um bairro do norte da cidade mais violenta do México, com mais de sete mil mortes em três anos atribuídas ao crime organizado.

A presidente da Universidade do Texas em El Paso (UTEP), Diana Natalicio, lamentou o ataque aos dois estudantes do curso de Administração de Empresas e disse apoiar as famílias "neste luto pela perda de seus entes queridos".

Versões de companheiros indicaram que ambos residiam em Ciudad Juárez e tinham ingressado na Universidade do Texas há alguns meses, e por isso iam sempre juntos de um país ao outro.

Com a morte de Diaz, já são dez americanos assassinados em Ciudad Juarez em 2010 e mais de 30 desde o início de 2009, de acordo com dados da Promotoria de Chihuahua.

    Leia tudo sobre: Méxicoassassinato

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG