Estudante foi emparedada na Universidade de Yale

O corpo encontrado emparedado em um laboratório da Universidade de Yale foi identificado como o de Annie Le, uma estudante que desapareceu dias antes de se casar, revelou a Polícia nesta segunda-feira.

AFP |

O instituto Médico Legal de Connecticut "determinou que o corpo removido hoje do número 10 da Amistad Street corresponde à Annie Le, considerada desaparecida desde o dia 8 de setembro", informou a Polícia de New Haven.

O corpo da jovem, de 24 anos, foi encontrado no domingo à noite, dia em que ela planejava se casar com Jonathan Widawsky, um estudante da Univesidade de Columbia, em Nova York, revelou a Polícia.

Uma câmera de segurança instalada na entrada do prédio de pesquisas médicas da Universidade de Yale captou imagens de Annie Le na manhã do dia 8 de setembro. Ela não era vista desde então.

A rede de TV ABC indicou que as autoridades concentram sua investigação em um suspeito que não passou no teste do detector de mentiras.

O suspeito parece ter ferimentos causados por alguém que tentou se defender, e roupas com sangue encontradas no laboratório ligam o suspeito ao crime, indicou a ABC, citando fontes ligadas à investigação.

Em um documento enviado aos estudantes e funcionários de Yale, o chefe de Polícia de Yale, James Perrotti, insistiu que não há suspeitos sob custódia.

"Não há suspeitos sob custódia e não há estudantes envolvidos," indicou Perrotti. "Pedimos sua paciência enquanto investigamos este crime a fundo".

sms-oh/dm/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG