Estudante chinesa é decapitada na universidade Virginia Tech

Uma estudante chinesa de 22 anos foi decapitada no campus da universidade Virginia Tech na quarta-feira, e um estudante chinês foi detido e indiciado por assassinato.

AFP |

Yang Xin, de Pequim, começava o curso de contabilidade na Virginia Tech. Ela foi morta às 19 horas local (22 horas de Brasília), em uma lanchonete da universidade.

"Havia sete testemunhas, mas não houve nenhuma discussão, nenhum grito", explicou o porta-voz da universidade, Mark Owczarsky, confirmando que Yang Xin foi decapitada.

Zhu Haiyang, 25 anos, nascido na cidade chinesa de Ningbo e doutor em agricultura e economia aplicada, foi detido e indiciado por assassinato. Ele está preso na penitenciária do condado de Montgomery. Os dois estudantes se conheciam.

"Esse incidente é horrível e trágico, ainda mais porque Virginia Tech já foi palco de uma tragédia no passado", comentou o porta-voz.

Em abril de 2007, o estudante Cho Seung-Hui, de origem sul-coreana, matou 31 colegas e professores nas salas de aula antes de se suicidar, no pior massacre já cometido em uma universidade americana.

Leia mais sobre assassinato

    Leia tudo sobre: eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG