Estrategista de Obama rejeita comparações com Karl Rove

Washington, 23 nov (EFE).- David Axelrod, próximo assessor de alto escalão do presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, rejeitou hoje as comparações com Karl Rove, o controverso ex-assessor político do presidente George W.

EFE |

Bush, e afirmou que seu papel será unicamente transmitir a mensagem da Casa Branca.

"Nunca, nunca aceitei essa comparação. Meu papel com Barack Obama durante os últimos seis anos foi ajudar a sua operação de comunicações a transmitir sua mensagem, seus valores e sua visão para o povo americano, e espero continuar fazendo isso", disse Axelrod em entrevista à emissora de TV "Fox".

"Meu papel estará limitado a essas responsabilidades. Não estou tratando de redesenhar o Partido Democrata... acho que Karl Rove teve uma pasta de trabalhos bastante ampla. Acho que a minha será mais centrada", ressaltou.

Axelrod, estrategista da campanha que levou Obama à vitória em 4 de novembro, foi designado como assessor de alto escalão da Casa Branca no último dia 19.

Nesse mesmo dia, a equipe de transição também anunciou a nomeação de Greg Craig, um ex-funcionário do Departamento de Estado e conselheiro jurídico do ex-presidente Bill Clinton, como conselheiro da Casa Branca, quando Obama assumir o cargo de presidente dos EUA em 20 de janeiro.

Rove, considerado o cérebro das vitórias eleitorais de Bush, conquistou grande influência na tomada de decisões da Casa Branca, sendo considerado um gênio da política por seus partidários e um estrategista impiedoso por seus críticos.

Ele deixou o cargo no final de agosto do ano passado após a derrota republicana nas eleições legislativas de 2006, e em meio à polêmica por sua suposta liderança na demissão de nove promotores federais em dezembro desse ano. EFE mp/ab/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG