WASHINGTON (Reuters) - A nova estratégia do presidente dos EUA, Barack Obama, para o Afeganistão centrará foco em destruir os lugares seguros naquele país e no Paquistão onde Osama Bin Laden e outros líderes da Al Qaeda estão planejando novos ataques aos Estados Unidos, disseram autoridades dos EUA na quinta-feira. Como parte da nova estratégia, os Estados Unidos enviarão 4.000 treinadores militares para o Afeganistão até o próximo outono (no hemisfério norte, primavera no hemisfério sul) para aprimorar as forças armadas do país ao ponto em que elas sejam capazes de liderar operações, disseram as fontes.

As autoridades, falando sob condição de anonimato antes do anúncio do plano marcado para a sexta-feira, disseram que o custo das operações militares dos EUA no Afeganistão devem subir 60 por cento em relação aos atuais 2 bilhões de dólares por mês.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.