Israel autorizou, nesta quinta-feira, a saída de 250 estrangeiros e palestinos com dupla nacionalidade da Faixa de Gaza.

Os estrangeiros chegaram em seis ônibus procedentes da cidade de Gaza à passagem de Erez, na fronteira norte da Faixa de Gaza com Israel, segundo a Cruz Vermelha Internacional.

AFP
Palestinos e estrangeiros se preparam para deixar a área do conflito


O Exército israelense confirmou a passagem dos estrangeiros, que foram levados para outros ônibus que partiram com destino à Jordânia.

A maioria tem passaporte russo, mas entre os autorizados a deixar Gaza também estão pessoas com passaportes americanos, noruegueses, turcos, ucranianos e bielo-russos, de acordo com fontes militares israelenses.

O confronto, iniciado em 27 de dezembro já deixou pelo menos 683 palestinos mortos, segundo autoridades médicas. Outros 3.085 teriam ficado feridos.

Por outro lado, Israel afirma que sete soldados morreram nos confrontos em terra e quatro civis foram mortos por foguetes palestinos.

VEJA TAMBÉM:

ASSISTA AOS VÍDEOS

OPINIÃO

Leia mais sobre: Faixa de Gaza

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.