Estilista Karl Lagerfeld não tem celular nem relógio

Berlim, 9 mai (EFE) - O estilista alemão Karl Lagerfeld afirma não usar relógio ou ter telefone celular por convicção e ressalta que um dos maiores luxos é não ser localizável. Para mim, o maior luxo é não ter de estar olhando continuamente o relógio ou falando no telefone, disse hoje Lagerfeld em um simpósio organizado em Offenburg (sul da Alemanha) pela editora Burda. Cerca de 99% das ligações de telefone são supérfluas. Os telefones são algo para o serviço, explicou.

EFE |

O excêntrico estilista assegurou que quando quer se comunicar com amigos ou sócios, escreve uma carta, pois nem sequer o e-mail é uma opção para ele.

"Não quero ser um escravo da tecnologia ou de sensações do tempo equivocadas. Para ser criativo, preciso de tranqüilidade e concentração", destacou o estilista.

Em sua nova residência parisiense, às margens do Sena, Lagerfeld diz irritar-se com o barulho que os barcos com turistas fazem quando passam diante de suas janelas.

"Quando estou em casa, sempre escuto as vozes no megafone que dizem 'aqui vivem Jacques Chirac e Karl Lagerfeld'. Horrível!", exclamou. EFE ih/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG