Estados Unidos expulsam embaixador venezuelano

WASHINGTON - O Departamento de Estado americano anunciou nesta sexta-feira que comunicou ao embaixador da Venezuela em Washington que ele será expulso, em represália pela expulsão do representante americano em Caracas.

Redação com AFP |

"Informamos ao embaixador venezuelano nos Estados Unidos que seria expulso e que deveria abandonar os Estados Unidos", declarou à imprensa o porta-voz do Departamento de Estado, Sean McCormack.

Estas informações foram divulgadas depois do anúncio feito na quinta-feira por Hugo Chávez da expulsão "em um prazo de 72 horas" do embaixador norte-americano em Caracas, em ato de solidariedade à Bolívia, que também expulsou na quarta-feira o representante de Washington em La Paz.


Chávez anuncia expulsão de embaixador brasileiro / AP

Dirigentes sancionados

O Tesouro dos Estados Unidos anunciou nesta sexta-feira sanções contra dois altos funcionários do governo venezuelano acusados de "ajudar materialmente as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) no tráfico de drogas".

As sanções do Tesouro americano afetam explicitamente duas autoridades venezuelanas, Hugo Armando Carvajal Barrios e Henry de Jesus Rangel Silva, assim como um ex-ministro, Ramon Rodríguez Chacín.

Leia mais sobre Venezuela  - EUA

    Leia tudo sobre: venezuela

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG