Estados mexicanos ficam em alerta máximo por furacão Beatriz

Depois de atingir categoria 1 e chegar à costa mexicana do Oceano Pacífico, furacão perdeu força até se tornar tempestade tropical

iG São Paulo |

Os Estados de Colima e Jalisco, no oeste do México, estão em "alerta vermelho" (nível áximo de atenção) devido à proximidade do furacão Beatriz, que estava na categoria 1 na escala Saffir-Simpson mas perdeu força ser classificada como tempestade tropical.

Em um boletim na manhã desta quinta-feira, o Serviço Meteorológico Nacional (SMN) havia advertido sobre o índice de periculosidade “forte" pela proximidade do Beatriz, que chegou nesta terça-feira à costa mexicana no Oceano Pacífico.

Na tarde desta quinta-feira, no entanto, o Centro Nacional para Furacões, em Maimi, disse que o governo mexicano havia retirado o alerta de furacão de La Fortuna até Cabo Corrientes, mantendo apenas os Estados em alerta. A previsão é de que nas próximas 48 horas o Beatriz perca cada vez mais força.

AP
Praia de Miramar, em Manzanillo, no México, é atingida por ventos fortes com aproximação do Beatriz
Além de Colima e Jalisco, os Estados de Michoacán e Guerrero foram atingidos por chuvas intensas e torrenciais, enquanto no balneário mexicano de Acapulco provocou inundações em ao menos sete bairros e queda de árvores.

Restrições

O SMN recomendou restringir em vários pontos do oeste do México a navegação aérea e marítima e informar sobre a proibição de atividades aquáticas recreativas no mar e nas praias. Além disso, pediu precauções no trânsito em estradas principais e caminhos rurais nas áreas afetadas pelas chuvas.

O Beatriz se transformou na segunda-feira à noite no segundo furacão da temporada na Bacia do Pacífico ao alcançar ventos máximos de 120 km/h. A tempestade tropical formou-se no Pacífico no domingo.

A primeira tempestade da atual temporada no Pacífico, Adrián, chegou a furacão categoria 4, até se dissipar dias depois sem causar danos graves em território mexicano. Para a atual temporada, as  autoridades mexicanas preveem a formação de 17 ciclones tropicais em cada um dos oceanos Pacífico e Atlântico, dos quais 14 podem atingir o México.

*Com EFE e AP

    Leia tudo sobre: méxicotempestadefuracãobeatriz

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG