Estados americanos registram problemas com urnas de votação

Washington, 4 nov (EFE) - Alguns estados-chave nas eleições presidenciais de hoje nos Estados Unidos estão registrando problemas com as urnas eletrônicas de votação, afirmaram esta manhã vários observadores e a imprensa americana.

EFE |

Segundo estas fontes, as máquinas em alguns centros eleitorais de Pensilvânia, Ohio, Flórida, Virginia e Nova Jersey não estão funcionando corretamente, o que está causando fila e muita espera na hora de votar. Todos estes estados são decisivos para se obter a Presidência do país e tanto o candidato republicano, John McCain, como o democrata, Barack Obama, centraram neles boa parte de suas campanhas. Os problemas mais comuns denunciados por organizações de observadores eleitorais e voluntários foram dificuldades para ligar as máquinas em alguns colégios ou urnas que desligaram sem explicação no meio da votação.

Em Richmond e Fairfax, no estado da Virgínia, a rede de televisão "CNN" informou que alguns colégios tiveram que oferecer aos eleitores cédulas de papel devido ao mau funcionamento das máquinas.

Algo parecido ocorreu em uma localidade do norte de Nova Jersey, mas a falta de previsão fez com que as cédulas se esgotassem pouco após a abertura dos centros eleitorais e as autoridades tiveram que começar a tirar cópias delas rapidamente.

Na Flórida, muitos eleitores informaram de "sérios" incidentes com as urnas de votação com tela tátil, especialmente no condado de Hillsborough. No total, este estado registrou 1.400 queixas dos eleitores.

Já em Princeton, Nova Jersey, um cidadão disse que possivelmente votou duas vezes devido a um erro da máquina, mas que não pode provar, pois os aparelhos não dão comprovantes impressos do voto.

Esta é a principal queixa da maioria dos críticos a este sistema, pois eles alegam que não se pode recontar os votos caso as urnas quebrem.

Durante o período de voto antecipado, algumas máquinas eletrônicas da Virgínia Ocidental e Carolina do Norte mudaram inexplicavelmente a escolha dos eleitores, o que as autoridades atribuíram a erros no ajuste das urnas.

O fato mais curioso até agora aconteceu em St. Paul, Minnesota, onde um carro bateu contra um poste de luz e deixou sem eletricidade dois colégios eleitorais que utilizam máquinas eletrônicas.

Oficiais do condado explicaram que o processo segue normalmente nestes dois centros e que as cédulas estão sendo bem guardadas até que seja concluído o conserto e que as máquinas funcionem de novo.

    Leia tudo sobre: eleições nos euaeua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG