Estado-Maior turco afirma que matou 22 guerrilheiros do PKK

Ancara, 15 jul (EFE).- As tropas turcas mataram 22 guerrilheiros do ilegal Partido dos Trabalhadores de Curdistão (PKK) nos últimos três dias no sudeste da Turquia, informou hoje o Estado-Maior do Exército.

EFE |

Em comunicado, emitido no site do Estado-Maior, o Exército informa que enfrentou nas montanhas de Incebel, na província de Sirnak, a um grupo de rebeldes do PKK.

"Os objetivos foram atacados com fogo de artilharia e helicópteros em uma operação que durou entre 11 e 14 de julho, e foram eliminados 22 terroristas, incluindo um alto oficial (do PKK)", afirma a nota.

O comando militar turco acrescenta que as tropas foram enviadas à região utilizada pelo PKK como base de operações e que foram apreendidos armas, munição e outros materiais dos rebeldes.

O PKK iniciou sua luta armada contra o Estado turco em 1984 para reivindicar mais direitos aos 12 milhões de curdos na Turquia.

Desde então, morreram nesta guerra não declarada mais de 35.000 pessoas.

Nos últimos meses foram registrados mais ataques do PKK no sudeste da Turquia e, desde semana passada, morreram seis soldados em diferentes ataques guerrilheiros. EFE dt/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG