Estação Espacial fotografa erupção de vulcão de 350 km de altura

A câmera da Estação Espacial Internacional registrou este flagrante de uma erupção do vulcão Sarychev, em Matua, uma remota ilha russa a nordeste do Japão, de uma altitude de cerca de 350 quilômetros. A força da erupção, no dia 12 de junho, abriu um buraco nas nuvens, proporcionando um espetáculo para os astronautas a bordo.

BBC Brasil |

BBC

Foto do vulcão Sarychev em erupção, na Ilha de Matua

A última erupção do Sarychev foi em 1989. As imagens capturadas pela nave despertaram grande interesse entre estudiosos de vulcões porque elas registram vários fenômenos observados nos primeiros estágios de uma erupção forte. A coluna de fumaça parece ser uma combinação de cinzas de coloração marrom e vapor esbranquiçado.

Em cima da nuvem há uma camada de nuvens brancas, quase como uma camada de neve sobre um cogumelo. Esta camada de ar condensado é consequência da elevação rápida da coluna sobre o ar frio que está sobre ela. A ilha de Matua é desabitada.



Leia mais sobre vulcões

    Leia tudo sobre: erupçãoilhavulcões

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG