Estação de trem vira palco de ópera de Verdi na Suíça

Centenas de pessoas se reuniram na terça-feira na estação central de trem de Zurique, na Suíça, para assistir a uma apresentação da famosa ópera La Traviata, de Giuseppe Verdi. A estação foi transformada para abrigar o espetáculo, que também foi transmitido ao vivo em cadeia nacional de televisão e pela internet.

BBC Brasil |

Segundo o canal de televisão SF1, a intenção era levar a ópera a uma audiência maior ao apresentá-la fora dos teatros, em um cenário não-tradicional.

O espetáculo seguiu os moldes de uma iniciativa da BBC realizada na estação de Paddington, ao norte de Londres, em 2004. Na ocasião, um grupo de artistas apresentou uma ópera na estação que foi transmitida pela televisão.

Inovação
A trágica estória de amor de Verdi foi interpretada pela Ópera de Zurique com Eva Mei no papel de Violetta e o tenor Vittorio Grigolo como Alfredo.

O espetáculo ofereceu aos espectadores uma versão mais ousada dos temas de amor, traição e redenção presentes na ópera, com cenas interpretadas na entrada principal da estação, nos cafés e nas plataformas.

"A intenção era apresentar o drama em um cenário cotidiano, onde a vida viaja persistente em seu caminho normal", disse um porta-voz da emissora SF1.

O evento foi prestigiado por centenas de trabalhadores ferroviários, passageiros e pelo público em geral, enquanto os trens continuavam a chegar e partir da estação.

Tendência
O espetáculo é o mais recente de uma tendência crescente de tentar promover a popularidade da ópera ao transmitir os espetáculos pela internet e pela TV.

"A televisão é parte desse trabalho. Se conseguimos alcançar as pessoas por três, quatro ou cinco minutos, talvez possamos contaminá-las com o vírus da ópera", disse o diretor de produção da Ópera de Zurique, Alexander Perreira.

A Ópera Metropolitana de Nova York já transmitiu uma série de apresentações para auditórios nos Estados Unidos, América do Sul e Europa - todas com grande sucesso.

A Royal Opera House, em Londres, já transmitiu diversas de suas produções em telões distribuídos em locais públicos do país. Na semana passada, a instituição anunciou ainda a reforma completa de seu site na internet, que permitirá que os usuários assistam a óperas completas, disponíveis online.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG