Estabilidade do Iraque é interesse da Síria, diz Assad

O presidente sírio, Bachar al-Assad, afirmou neste domingo que a estabilidade do Iraque é do interesse da Síria, alguns dias depois dos mortíferos atentados em Bagdá que provocaram uma crise política entre os dois países.

AFP |

Durante uma reunião com o chefe da diplomacia da União Europeia, Javier Solana, Assad insistiu na "necessidade de reconciliação nacional no Iraque para garantir a estabilidade e a segurança" neste país, e ressaltou que esta estabilidade "é do interesse da Síria", segundo a agência oficial Sana.

Solana chegou neste domingo a Damasco como parte de uma viagem pelo Oriente Médio, num momento em que se intensificam os esforços internacionais para relançar as negociações entre israelenses e palestinos.

O Iraque pediu à Síria a extradição de dois iraquianos suspeitos de envolvimento nos dois atentados de 19 de agosto passado, que deixaram 95 mortos e 600 feridos na capital iraquiana.

No início desta semana, o Iraque convocou seu embaixador em Damasco. A Síria respondeu imediatamente na mesma moeda.

Assad e Solana também conversaram sobre "os meios de relançar o processo de paz no Oriente Médio", atualmente paralisado.

"A Síria trabalha em prol de uma paz justa e global conforme as resoluções 242 e 338 do Conselho de Segurança da ONU, que exigem a retirada israelense dos territórios ocupados em 1967, entre eles Golan, a Cisjordânia e Jerusalém, em troca da paz", declarou o presidente sírio.

Depois de Damasco, Solana deve seguir para Israel, onde se reunirá com o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu e os principais membros de seu governo, e em seguida para Ramallah, na Cisjordânia, onde deverá se encontrar com o primeiro-ministro palestino, Salam Fayyad.

tac/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG