As eleições locais de domingo no Uruguai deixaram seis departamentos (estados) em poder da coalizão de esquerda governista Frente Ampla (FA); 11 com o Partido Nacional (PN) e dois com o Partido Colorado (PC), ainda que uma segunda contagem de votos poderá mudar o resultado, segundo a Corte Eleitoral." /

As eleições locais de domingo no Uruguai deixaram seis departamentos (estados) em poder da coalizão de esquerda governista Frente Ampla (FA); 11 com o Partido Nacional (PN) e dois com o Partido Colorado (PC), ainda que uma segunda contagem de votos poderá mudar o resultado, segundo a Corte Eleitoral." /

Esquerda perde votos, mas mantém departamentos chave no Uruguai

As eleições locais de domingo no Uruguai deixaram seis departamentos (estados) em poder da coalizão de esquerda governista Frente Ampla (FA); 11 com o Partido Nacional (PN) e dois com o Partido Colorado (PC), ainda que uma segunda contagem de votos poderá mudar o resultado, segundo a Corte Eleitoral.

AFP |

As eleições locais de domingo no Uruguai deixaram seis departamentos (estados) em poder da coalizão de esquerda governista Frente Ampla (FA); 11 com o Partido Nacional (PN) e dois com o Partido Colorado (PC), ainda que uma segunda contagem de votos poderá mudar o resultado, segundo a Corte Eleitoral.

Dois meses depois de José Mujica (FA) ter assumido o governo, os resultados oficiais primários indicam que a coalizão de esquerda governará em Montevidéu, Canelones, Maldonado, Rocha, Artigas e Florida. Nesse último departamento, a contagem secundária poderá mudar os resultados em favor do PN (centro-direita), pois a diferença de votos atual é baixa.

A FA venceu no departamento de Artigas, mas perdeu em Treinta y Tres, enquanto o direitista PC - que venceu em Rivera - tirou a esquerda de Salto, apesar de que nesse departamento a contagem secundária também poderá mudar o resultado.

O PN, por sua vez, impôs-se - além de Treinta y Tres - em Colonia, Cerro Largo, Durazno, Flores, Lavalleja, Rio Negro, San José, Soriano, Tacuarembó e Pauysandú, onde resta a contagem dos observadores, o que poderá inclinar a balança para o FA.

"O contagem secundária começa na quarta-feira, e talvez até o fim de semana os resultados oficiais deverão ser divulgados", disse à AFP o ministro da Corte Eleitoral, Edgardo Martínez Zimarioff.

Apesar de o FA ter vencido em Montevidéu, Canelones e Maldonado, a contagem primária ainda não terminou nesses departamentos, devido à grande quantidade de circuitos, disse Martínez Zimarioff.

A FA foi confirmada em Montevidéu - com 45% a 48% dos votos, segundo as projeções dos institutos de pesquisa - e em Canelones - com mais de 50%. Estes são os dois departamentos mais populosos do país e onde estão as principais bases políticas do partido.

Contudo, a FA sofreu uma importante perda de votos, com uma queda de 10 pontos percentuais nesses dois departamentos na comparação com as eleições departamentais de 2005.

Além disso, o voto em branco e nulo nesses departamentos chegou a um nível histórico de 13% (segundo as projeções privadas). Em Montevidéu, no entanto, 70% dos habilitados a votar não foram às urnas nas listas para prefeito.

O Uruguai está dividido política e administrativamente em 19 departamentos.

yow/ds/lb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG