Esqueleto de dinossauro é vendido por quase 600.000 euros em Paris

O esqueleto de um triceratops, que não havia encontrado comprador na quarta-feira durante um leilão realizado em Paris, foi finalmente vendido para um colecionador norte-americano por 592.250 euros (942.000 dólares), anunciou nesta sexta-feira a casa Christies.

AFP |

O esqueleto desse dinossauro herbívoro da América do Norte, que mede 7,5 metros de comprimento e do qual 70% dos ossos são autênticos, não havia chegado ao preço mínimo fixado na quarta-feira pela Christie's de 500.000 euros (796.000 dólares).

A casa de leilões anunciou que vários compradores potenciais haviam se interessado posteriormente por uma venda amistosa, contemplada pela regulamentação francesa.

Na quarta-feira, a venda de objetos de História Natural e de mobiliário totalizou três milhões de euros (4,7 milhões de dólares), informou a Christie's em um comunicado.

A seção de História Natural, cuja principal peça era o "Triceratops horridus", de cerca de 65 milhões de anos, alcançou 2,1 milhões de euros (3,34 milhões de dólares), com 11 recordes mundiais.

Entre as marcas históricas, destaca-se um crânio de tigre, comprado por um colecionador europeu por 86.250 euros (137.374 dólares).

Um crânio de mamute foi vendido por 77.050 euros (122.721 dólares) a um anônimo.

A maior parte dos objetos encontrou comprador na quarta-feira, como um esqueleto de crustáceo (1.000 euros/1.592 dólares), um caranguejo (3.800 euros/6.052 dólares), além de vários ovos de Aepyornis maximus, uma ave que habitou Madagascar no século XVII.

Um deles bateu um recorde mundial ao ser comprado por um colecionador norte-americano por 84.250 euros (134.188 dólares).

mpf/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG