Esquadrão antibomba revista jato da Lufthansa na Islândia

REYKJAVIK (Reuters) - Um voo da Lufthansa que ia de Frankfurt para Detroit com cerca de 200 passageiros fez um pouso de emergência na Islândia neste sábado, depois que se descobriu que levava a bagagem de uma pessoa que não havia embarcado. Um esquadrão antibomba revistou o Airbus 380-300 e removeu a bagagem enquanto os passageiros permaneciam a bordo, disse um porta-voz no Aeroporto Internacional de Keflavik, perto da capital islandesa, Reykjavik.

Reuters |

"Não havia nada suspeito nessa bagagem", disse à Reuters o porta-voz do aeroporto Fridthor Eydal. "Parece que o passageiro em questão perdeu o voo depois de ter feito o check in."

O temor surgiu depois de um incidente em um avião que na sexta-feira se aproximava da cidade norte-americana de Detroit. Um homem foi preso depois de tentar detonar material explosivo a bordo, de acordo com autoridades dos EUA.

Um porta-voz da Lufthansa na Alemanha declarou, referindo-se à parada de duas horas na Islândia: "As autoridades dos EUA tinham sido informadas sobre isso. Foi uma coincidência infeliz."

Depois que a revista foi concluída, o avião de passageiros decolou novamente com destino a Detroit.

(Reportagem de Omar Valdimarsson)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG