Esposa de ex-governador confia em mais libertações

Villavicencio (Colômbia), 31 jan (EFE).- A esposa do ex-governador colombiano de Meta, Alan Jara, cuja libertação é esperada em menos de 48 horas, confiou hoje em que haja mais libertações e louvou o trabalho da Colombianos pela Paz, organização liderada pela senadora Piedad Córdoba e mediadora no processo.

EFE |

Feliz e ansiosa por voltar a se encontrar com seu esposo, sequestrado em 2001 pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), Claudia Rugeles Flórez destacou que o diálogo por cartas que esta organização manteve com os guerrilheiros é "um exemplo" e dá indícios que pode continuar.

A esposa do refém fazia referência assim ao papel fundamental que este grupo, integrado por intelectuais, promoveu para buscar a liberdade dos sequestrados pelas Farc.

"Tudo o que Piedad diz, acontece", disse em alusão à senadora opositora, que lidera a missão humanitária que receberá seis reféns a partir desta madrugada das mãos das Farc, entre eles o ex-governador de Meta.

Em entrevista coletiva na cidade de Villavicencio, capital de Meta e onde serão recebidos os reféns libertados, Rugeles Flórez reconheceu sentir pena porque "nem todos podem retornar", devido a que as Farc têm em seu poder cerca de 700 cativos e só seis serão libertados nesta operação humanitária.

Também teve palavras de agradecimento para o povo do Brasil e para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva por proporcionar a logística para a esperada libertação.

Por último, encorajou os parentes de todos os sequestrados para que tenham confiança. EFE agp/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG