Espião chinês é condenado a 15 anos de prisão nos Estados Unidos

Um cidadão americano nascido em Taiwan foi condenado a mais de 15 anos de prisão nos Estados Unidos após se declarar culpado de espionagem em benefício da China.

AFP |

Tai Shen Kuo, 58 anos, morador de Nova Orleans (Louisiana, sul dos EUA), foi condenado por um tribunal federal de Virginia a 188 meses de prisão e a uma multa de 40.000 dólares depois de se declarar culpado de conspiração para fornecer informações militares secretas à China.

    Leia tudo sobre: eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG