Especialistas tentam evitar desastre ecológico na Austrália

Sydney (Austrália), 5 abr (EFE).- Especialistas em salvamento se encontram a bordo da embarcação chinesa encalhada com uma fuga de petróleo perto da grande Barreira de Corais da Austrália e utilizam um navio de reboque para estabilizá-lo e evitar que os fortes ventos e a maré partam a embarcação e causem um grande desastre ecológico, informou hoje o Governo do estado de Queensland.

EFE |

As autoridades australianas informaram hoje que as operações de resgate da embarcação Shen Neng 1 pode demorar várias semanas.

O Shen Neng 1, de 230 metros de comprimento, com 975 toneladas de combustível pesado e 65 mil toneladas de carvão a bordo, ficou encalhado na noite do sábado em um banco de areia a 70 quilômetros do litoral da ilha de Great Kepel.

Os especialistas começaram a limpar as manchas de petróleo próximas ao navio, mediante a pulverização de dispersantes químicos para romper uma mancha de cerca de 3 quilômetros de comprimento e 90 metros de largura, e concentram seus esforços em evitar que aconteça uma fuga de grande tamanho.

"Um dos aspectos mais preocupantes é que o navio ainda está se movimentando no recife empurrado pela ação das marés e isso está causando mais dano no coral e no casco", disse a líder do Governo de Queensland, Anna Bligh.

Anna assegurou que o navio não deveria ter entrado na área restrita da Grande Barreira, e informou que se encontrava a 15 quilômetros de distância do canal de quebra marítimo mais próximo.

"É uma parte muito delicada de um dos espaços marítimos mais prezados da Terra e há canais de quebra autorizados por onde deveriam ter navegado", disse Anna através da rádio nacional "ABC".

EFE mg/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG