Especialistas restabelecem circulação sangüínea a partir do sangue menstrual

Um grupo de cientistas conseguiu restabelecer a circulação sangüínea a partir de células procedentes de sangue menstrual em ratos alquebrados pela artrite avançada dos membros inferiores, segundo estudo americano publicado no Journal of Translational Medicine.

AFP |

A isquemia - insuficiência e detenção do fluxo sangüíneo e sintoma da artrite crônica das pernas -, provoca a cada ano cerca de 150.000 amputações nos Estados Unidos.

Para tratar os tipos graves desta doença, estão sendo testadas várias técnicas, como o transplante de médula, mas sua eficácia ainda precisa ser demonstrada, segundo os cientistas.

As células regeneradoras batizadas "endometriais" e procedentes do sangue menstrual já haviam demonstrado antes sua capacidade de formar em ratos nove tipos de tecidos diferentes, como cardíacos, de fígado e pulmonares.

Para o médico Michael Murphy, cirurgião vascular da Universidade de Indiana, principal autor do estudo, as células endometriais apresentam a vantagem de serem injetadas no lugar adequado sem necessidade de instrumentos complicados.

A experiência foi realizada principalmente pelo instituto americano de pesquisa Scripps de San Diego.

BC/bb/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG