Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Especialistas pedem maior acesso a aborto seguro em reunião da OMS

Especialistas de mais de 20 países de todo o mundo salientaram a importância do acesso ao aborto seguro e a redução da mortalidade materna, em uma reunião sobre reprodução humana que acabou nesta quinta-feira em Buenos Aires, organizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

AFP |

"O aborto inseguro é uma das principais causas de morte. No entanto, podem ser evitados. É um grande desafio que temos pela frente", disse Iqbal Shah, do Departamento de Saúde Reprodutiva para a OMS, no encerramento da reunião.

O especialista revelou que "a África Oriental e a América Latina são as regiões do mundo que têm maiores taxas de abortos inseguros" e afirmou que há obstáculos para que as mulheres tenham acesso ao aborto "até mesmo em países que estão abertos a essa prática.".

"A principal razão para os abortos inseguros é a gravidez indesejada e, por isso, temos de focalizar nos métodos contraceptivos eficazes para todas as mulheres, para que não recorram a uma prática abortiva", declarou por sua vez Hédi Belhadj, do Fundo da População Nações Unidas (UNFPA).

O especialista insistiu em focar nas comunidades de baixa renda, que são as mais atingidas por este problema.

jos/fb/fp

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG