Especialistas iranianos se encontram na Coreia do Norte para ajudar no lançamento previsto para início de abril de um artefato que Pyongyang afirma ser um satélite e que os Estados Unidos, Japão e Coreia do Sul temem que se trate de um míssil, informou neste domingo um jornal japonês.

Segundo o Sankei Shimbun, quinze iranianos especialistas em tecnologia de mísseis chegaram à Coréia do Norte no início de março com uma carta do presidente iraniano Mahmud Ahmadinejad dirigida ao líder norte-coreano Kim Jong-Il.

Em 2 de fevereiro, o Irã colocou em órbita seu primeiro satélite com ajuda de seu foguete Safir 2, o que no Ocidente suscitou temores de que Teerã empregue essa tecnologia para desenvolver seu programa balístico.

si/fp/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.