O especialista em armas químicas da rede Al-Qaeda, Midhat Mursi al-Sayid Umar, morreu nesta segunda-feira aparentemente na explosão de um míssil no Paquistão, segundo um funcionário dos serviços de informação paquistaneses que não quis ser identificado.

A casa atacada, na zona tribual do Waziristão Sul, perto da fronteira afegã, era seu esconderijo e as informações indicavam que ele era o objetivo desse ataque, segundo a fonte.

Os mísseis teriam sido lançados pelas tropas americanas a partir do Afeganistão, segundo outras fontes paquistanesas.

str-rj/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.