Especialistas dizem vulcão nas Filipinas está perto de entrar em erupção

Manila - O volume de lava incandescente que sai da cratera do vulcão Mayon, na região central das Filipinas, indica que uma erupção é iminente, informou hoje o Instituto de Vulcanologia e Sismologia do país.

EFE |

"A atividade vulcânica se intensificou nas últimas horas, mas ainda é difícil prever com exatidão quando ele irá explodir", disse July Sabit, delegado do Instituto na província de Albay, onde está o vulcão.

AP

Vulcão está em perigo iminente de erupção

A agência vai elevar o alerta para o nível 4 (em escala que vai até 5) assim que forem registradas mais explosões no interior do monte, enquanto o rio de lava já alcança quatro quilômetros de extensão e as colunas de cinza superam os dois quilômetros de altura.

Desde que, na segunda-feira, o nível de alerta passou para 3, foram registradas mais de 250 pequenas explosões dentro do vulcão.

As autoridades mostram preocupação com os fragmentos fumegantes de rochas, que caem a uma distância de até três quilômetros da cratera, e com a toxicidade do dióxido de enxofre que tem sido expelido pelo vulcão.

Apesar do perigo, nos últimos dois dias centenas de camponeses voltaram às localidades vizinhas ao Mayon para cuidar de seus cultivos situados dentro da "zona de perigo", ampliada ontem a um rádio de oito quilômetros da cratera, pois o alerta coincidiu com a época da colheita de sementes.

Nas próximas horas serão desalojados, com o apoio do Exército, cerca de dez mil residentes, elevando o número de pessoas evacuadas para 50 mil.

Leia mais sobre: vulcões

    Leia tudo sobre: filipinasvulcão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG