Especialistas alemães colaboram nos trabalhos de identificação em Madri

Berlim, 22 ago (EFE).- Quatro especialistas alemães da Agência Federal de Investigações Criminais (BKA, em alemão) estão colaborando com a equipe que trabalha em Madri na identificação dos cadáveres das vítimas do acidente com o avião da companhia aérea Spanair, que caiu na quarta-feira no aeroporto de Barajas.

EFE |

Andreas Peschke, porta-voz do Ministério de Assuntos Exteriores alemão, disse que os quatro especialistas alemães em medicina legista chegaram ontem a Madri para ajudar os espanhóis, colaboração que qualificou de "estreita e boa".

Os quatro funcionários do BKA levaram amostras de material genético recolhidas na casa de uma família bávara de quatro pessoas que teria morrido no acidente, para facilitar a identificação.

Peschke confirmou também que, com base nas informações oficiais das autoridades espanholas, o número de vítimas alemãs do acidente pode ter aumentado de quatro para cinco, apesar de não estar clara a identidade do quinto cidadão germânico.

Segundo a imprensa alemã, os quatro cidadãos alemães que até agora podem estar entre as vítimas do acidente são uma família procedente da localidade bávara de Pullach, no sul do país. EFE jcb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG