Especialistas acham mais de 700 fósseis em Los Angeles

Los Angeles (EUA.), 18 fev (EFE).

EFE |

- O museu de História Natural de Los Angeles, nos Estados Unidos, anunciou hoje a descoberta de mais de 700 restos fósseis datados da última era glacial, há entre 10 mil e 40 mil anos, em pleno coração da cidade.

A área onde foram localizados estes restos é La Brea Tar Pits, dentro da área chamada MidCity, cerca de dez quilômetros do centro da cidade.

Entre os fósseis mais chamativos se encontram o crânio de um leão americano, assim como ossos de lobos, tigres dentes-de-sabre, cavalos, bisontes, coiotes, linces e inclusive um mamute colombiano, conservado em 80%, com as presas intactas.

Este fóssil, ao qual os investigadores batizaram de Zed, é o primeiro encontrado no estado na zona de Rancho La Brea, em pleno coração de Los Angeles.

"O nome 'Zed' significa o começo de uma nova era de investigação e descobertas", disse John Harris, do Museu de História Natural da cidade e líder da pesquisa, chamada Projeto 23, que começou em 2006, quando foram encontrados 16 fósseis debaixo de um estacionamento próximo à zona. EFE mg/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG