Especialista em bombas de grupo terrorista é preso nas Filipinas

Zamboanga (Filipinas), 19 nov (EFE).- Um suposto especialista em bombas do grupo terrorista islâmico Abu Sayyaf - que os Estados Unidos vinculam à Al Qaeda -, foi detido pelo Exército filipino na ilha de Jolo, cerca de 980 quilômetros ao sul da capital Manila, informaram hoje fontes militares.

EFE |

O Exército identificou o suspeito detido ontem como Almid Jundam e disse que ele admitiu sua participação na tentativa frustrada de praticar um atentado com explosivos ao aeroporto de Jolo no sábado.

O detido, segundo as autoridades filipinas, também confessou sua envolvimento na colocação de uma bomba junto à catedral de Zamboanga, cidade de maioria cristã cerca de 890 quilômetros ao sul de Manila e cenário freqüente de atentados.

O Abu Sayyaf foi fundado em 1991 por um grupo de ex-combatentes da guerra do Afeganistão contra a União Soviética e, dos 3 mil membros com que chegou a contar em 2000, foi reduzido a poucas centenas de membros, dedicados a seqüestros e outros atos de extorsão para financiar suas atividades no sul das Filipinas. EFE rp/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG